domingo, 1 de novembro de 2009

Oi pessoas amigas!!!!!!!!!!!!!!

Gente... gostaria de me desculpar pela minha ausência e por não estar atualizando meu blog com frequência...
Tenho andado muito sem tempo... cheia de coisas para fazer... muito trabalho e muito estudo...
Estou tentando voltar a ativa aos poucos e começar a visitar vcs novamente...
Estou com saudades de dar uma espiada nos blogs...rsrsrsrs...
Achei esse texto no site Guia do bebê e achei super interessante, em breve vcs saberão pq...
SURPRESAS...rsrsrs...
Estou com um projeto muito legal e em breve estarei postando as fotos aqui...
Convivendo com os animais desde cedo!!!
Seu filho pede insistentemente um animalzinho de estimação e vc tem dúvidas se atende ao pedido.Quer uma dica?Saiba que um animal de estimaçãos ajudará no desenvolvimento emocional e social da criança.
Com um animalzinho, o pequeno da família não mais terá poder total como tinha com seus brinquedos, pois para cada atitude da criança o animal terá uma reação, atuando diretamente no processo de socialização da criança.
Um animal necessita de cuidados e a criança precisa ter responsabilidade sobre eles. Isso vai depender da idade da criança e deverá ser orientada e estimulada por um adulto.
Crianças muito pequenas podem não saber distinguir o seu bichinho de pelúcia do animalzinho de estimação e podem machucá-lo ao apertar demais, jogar para o alto ou até bater para recriminar algo que o animalzinho tenha feito. Essa relação pode causar danos físicos ao animal e à criança( o gato pode arranhar ou o cachorro morder ao reagir a uma "agressão").
Nessa situação o adulto deve estar sempre muito atento, procurando conversar muito com a criança sobre como cuidar do animalzinho, do que ele gosta e o que pode machucá-lo.
A criança pode ficar encarregada, com a ajuda do adulto, de limpar o ambiente do seu animalzinho, dar comida e fazer carinho.
A partir dos cinco anos a criança já pode levar o seu bichinho para passear, dar banho e até aprender alguns comandos de adestramento. Existem cursos de adestramento para o público infantil.
APRENDENDO COM OS ANIMAIS:
A responsabilidade que a criança terá ao cuidar do seu bichinho desenvolve a autonomia, afetividade e os mais diversos sentimentos como alegria, frustração e respeito.
Atenção para que os cuidades de relacionamento como animal de estimação não se tornem uma obrigação para a criança. Ela deve estar consciente de que o animal precisa de respeito e carinho, assim como qualquer outro relacionamento.
O convívio como animal de estimação influenciará nas relações futuras com os amiguinhos. A criança que convive com animais é mais afetuosa, sociável, justa e não é individualista.
Além do contato com os sentimentos que precisará para idar com outras pessoas, o animal pode trazer a experiência com a perda. A criança aprenderá sobre o ciclo da vida, desde o nascimento até a morte e o quanto isso é natural.
MAMÃE, AGORA O RECADO É PARA VOCÊ:
Você que fica preocupada quanto ao risco de alergias, estudos mostram que crianças que convivem com animais de estimação nos primeiros anos de vida estão menos propensas a desenvolver alergias, pois o seu sistema imunológico já está "acostumado" com os agentes alergênicos encontrados nos animais.
Já o sistema imunológico de crianças que cresceram sem nenhum contato com animais não reconhece os agentes alergênicos provocando reações. Não esqueça de levar o animalzinho sempre ao veterinário para que receba os cuidados necessários evitando doenças e evitar doenças, sempre acompanhado do seu filho(a) para que ele também escute as orientações do doutor criando assim mais responsabilidade.
CUIDADOS COM OS BICHINHOS:
Antes de escolher um bichinho de estimação, consulte um veterinário para que este auxilie na escolha de acordo com suas possibilidades, como ambiente onde o animal vai viver, espaço que necessitará, necessidade de passeios, etc. Aém disso, ele lhe orientará quanto às questões de saúde e prevenções de doenças, especialmente quanto às zoonoses( doenças que são transmitidas dos animais para as pessoas). No caso de crianças convivendo com os animais isso é muito importante, pois elas estão sempre levando a mão à boca e o risco de contrair algum tipo de zoonose é maior.
Espero que tenham gostado...
Tenham todos uma ótima semana!!!
Beijinhos no coração...

3 comentários:

Edimar Suely disse...

Olá,

O espaço Jesus Minha Rocha cmpletou 4 anos de existência e você faz parte dessa história. Vem comemorar comigo e traga seu mimo.

Te espero por lá.

Smack!

Edimar Suely
jesusminharocha2.zip.net

Escolinha a Brincar disse...

Olá!
Votos de um ano repleto de Paz,Amor,Saúde, Alegria e muitos êxitos.
Tem um presentinho de ano novo lá no meu blog.
Beijinhos Teresa Rodrigues

selma disse...

"Às vezes, as palavras se perdem na expressão da palavra Mãe. Nenhum dicionário definirá a magia do seu significado e, em todos os idiomas, traduz o mesmo sentimento: ser mãe."Amei esta postagem....Gde beijo,lindo dia!

 
©2009 Elke di Barros Modificado por Tatyana Martins Silvana Bettio